Num jogo atabalhoado, Faro e Benfica, chega ao resultado final de 2 a 0, através da criação das três oportunidades que criou ao longo do jogo, mais concretamente na 1a parte. Das três oportunidades, duas pararam dentro das redes do Esperança de Lagos, através de um canto e de um contra-ataque, e a outra com uma excelente defesa do nosso guarda redes que salvou assim mais um golo sofrido. Enquanto equipa, o Esperança, teve  mais bola e mais domínio mas sem traduzir-se em oportunidades de golo. A 2a parte foi uma metade de jogo com duas oportunidades de golo para a nossa equipa em que o guarda redes adversário realizou duas excelentes paradas. Contudo, uma parte que pouco reflecte o futebol algarvio, com paragens de minuto a minuto e muito diálogo entre jogadores e o árbitro. Um campo tradicionalmente difícil mas que não se admite jogar nestas condições, sendo esta uma divisão que se disputa o acesso aos campeonatos nacionais num pais onde é campeão europeu. Se temos tido nestas últimas semanas os exemplos da Taça de Portugal, tem de exigir que sejam criadas condições minimamente suficientes para a prática deste desporto. O Algarve, não é só sol e praia.

Subs: David Rosa por Casinhas; Rafa Gonzalez por Adónis: B. Gonzalez por Nuno Alves

Flash Interview

 

 

Antevisão